sábado, 9 de agosto de 2008

Um livro imperdível! 1808


Apesar de ter tido uma formação em história, lia só o indispensável, mas quando ganhei da minha filha Tânia este livro, realmente me encantei com a forma que o autor aborda um tema que já foi escrito e filmado com várias versões. Não sei se tudo é verdadeiro, mas a forma de contar a história é muito interessante e não cansa o leitor.

1808 – pelo autor
“Nunca algo semelhante tinha acontecido na história de Portugal ou de qualquer outro país europeu. Em tempos de guerra, reis e rainhas haviam sido destronados ou obrigados a se refugiar em territórios alheios, mas nenhum deles tinha ido tão longe a ponto de cruzar um oceano para viver e reinar do outro lado do mundo. Embora os europeus dominassem colônias imensas em diversos continentes, até aquele momento nenhum rei havia colocado os pés em seus territórios ultramarinos para uma simples visita – muito menos para ali morar e governar.
Era, portanto, um acontecimento sem precedentes tanto para os portugueses, que se achavam na condição de órfãos de sua monarquia da noite para o dia, como para os brasileiros, habituados até então a serem tratados como uma simples colônia de Portugal.
D. João VI foi o único soberano europeu a colocar os pés em terras americanas em mais de quatro séculos, e foi quem transformou uma colônia em um país independente.
A fuga da família real para o Rio de Janeiro ocorreu num dos momentos mais apaixonantes e revolucionários do Brasil, de Portugal e do mundo. Guerras napoleônicas, revoluções republicanas e escravidão foram o caldo no qual se deu a mudança da corte portuguesa e sua intalação no Brasil.
O propósito do livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar de forma acessível a história da corte portuguesa no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás.
Os personagens podem ser, sim, inacreditavelmente caricatos, mas isso é algo que se poderia dizer de todos os governantes que os seguiram, inclusive os atuais. (Laurentino Gomes)

Voltar ao TOPO

2 comentários:

Tania Pimenta disse...

Que bom q vc gostou do presente!! Tb quero ler, viu? Beijins

Monica Loureiro disse...

Meu filho ganhou a "versão adolescente" deste livro, tô louca pra ler...

Dê uma comidinha ao panda