quarta-feira, 12 de agosto de 2009

O Valor da Amizade


Você já parou para pensar sobre o valor da amizade?
Recebi este texto da Tânia e achei lindo demais . Resolvi dividí-lo com os amigos virtuais e com os que estão sempre por perto.



Às vezes nos encontramos preocupados, ansiosos, em volta há situações complicadas, nos sentindo meio que perdidos, mas somente o fato de conversarmos com um amigo, desabafando o que nos está no íntimo, já nos sentimos melhor, mesmo que as coisas permaneçam inalteradas.

Quantas vezes são os amigos que nos fazem sorrir quando tínhamos vontade de chorar, mas a sua simples presença traz de volta o sol a brilhar em nossa vida.

A simplicidade das brincadeiras pueris, da conversa informal, momentos de descontração que muitas vezes pode ser numa conversa rápida ao telefone, no vai e vem do dia ou da noite, no ambiente de trabalho ou de escola, enfim, em qualquer lugar a qualquer hora.

Entretanto, não existe só alegria, amor, felicidade nesta relação que como em qualquer outro relacionamento, passa por crises passageiras, por momentos intempestivos, abalos ocasionais.

Ainda que tenhamos muito carinho pelo amigo em questão, às vezes por insegurança, por ciúme, por estarmos emocionalmente alterados ou nos sentindo pressionados, acabamos sendo injustos com ele e isso pode ser recíproco.

Podemos comparar esse elo de amizade ao tempo que passa por alterações climáticas constantemente, mas é dessa forma que aprendemos a nos conhecer, compartilhar momentos, que se desenvolve uma amizade.

Diante do amigo somos nós mesmos, deixamos vir à tona nossos pensamentos a respeito das coisas, da vida, nos mostramos como verdadeiramente somos.

Há amigos que nos ensinam muito, nos fazem enxergar situações que às vezes não percebemos o seu real sentido, compartilham a sua experiência conosco, nos falam usando da verdade que buscamos encontrar.

São eles também que nos chamam a razão, chamando a nossa atenção quando agimos de modo contraditório, que nos dizem coisas que não queremos ouvir, aceitar, compreender.

Ao longo de nossa vida muitos amigos passam por ela e nos deixam saudade, mas também deixam a recordação de tudo que foi vivido.

É na amizade verdadeira que encontramos sinceridade, lealdade, afinidade, cumplicidade, simplicidade, fraternidade.

Amigos são irmãos que a vida nos deu para caminhar conosco ao longo da nossa jornada espiritual, extrapolando os limites do tempo, continuando quando e onde Deus assim o permitir.

4 comentários:

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria.
Costumo dizer que amigos nossos são irmão, filhos das afinidades, cúmplices no concenso e testemunhas no conflito.
Abração.

Diogo Caceres disse...

Marisa, que linda postagem, parabens!!
Como vai vc?
Amizade é um oasis em meio ao deserto que se tornam certas lutas nossas... quem tem amigo tem uma fonte de carinho e paz p/ todos os momentos da vida!!
Sempre devemos louvar a amizade, benção tão ou mais importante, qto o pão de cada dia... abraço!!!

Elaine disse...

Olá!
Este é um comentário-convite.
Meu blog está completando neste mês um ano " no ar". Para celebrar a juntar gente interessante estou promovendo uma blogagem coletiva.
Ficarei feliz se você puder participar. Será um modo de divulgar seu espaço e conhecer outros blogs interessantes e que têm algo a dizer.
Conto por você.
O link para a inscrição é este:
http://elainegaspareto.blogspot.com/2009/08/convite-convocacao-pedido-promocao-ou.html
Elaine


PS: Deixei este mesmo convite em seu outro blog. Espero que sinta mesmo o quanto estou te convidando rsrsrs.
Beijos.

Nina disse...

bonito mesmo marisa!
e pra pensar né?

Um bj, no mingau tbm :)

Dê uma comidinha ao panda